Qual a relação entre Taler e Bitcoin ou Blockchains?

Taler não requer nenhuma tecnologia Blockchain, e também não se baseia em algoritmo de prova de trabalho ou qualquer outro mecanismo de consenso distribuído. Ao contrário, Taler se baseia em assinaturas ocultas. No entanto, teoricamente é possível a combinação de Taler com criptomoedas como Bitcoin.

Seria possível, contudo, retirar moedas denominadas em Bitcoin em uma carteira Taler (com o câmbio adequado), o que traria alguns benefícios em relação ao Bitcoin simples, como o tempo de confirmação instantânea.

Onde o saldo da minha carteira fica armazenado?

Sua carteira armazena moedas digitais e, portanto, em última análise, seu computador mantém seu saldo. O câmbio mantém os fundos de acordo com todas as moedas que ainda não foram gastas em uma conta bancária de segurança.

E se minha carteira sumir?

Como as moedas digitais de valor na sua carteira são anônimas, o câmbio não pode ajudar na recuperação de uma carteira perdida ou roubada. Assim como uma carteira física de dinheiro vivo, você é responsável por mantê-la segura.

O risco de perder uma carteira pode ser mitigado fazendo back-ups ou mantendo o saldo razoavelmente baixo.

E se meu computador for hackeado?

Em caso de comprometimento de um de seus dispositivos, um invasor pode gastar moedas da sua carteira. Verificar seu saldo pode indicar que seu dispositivo está em risco.

Posso enviar dinheiro por Taler a um amigo?

Se o seu amigo fornece bens ou serviços para você em troca de um pagamento, ele pode facilmente configurar uma conta de comerciante Taler e receber o pagamento em sua conta bancária.

Versões futuras da carteira Taler poderão permitir a troca de moedas diretamente entre amigos também.

Como funcionam pagamentos Taler em diferentes moedas?

As carteiras Taler podem armazenar moedas digitais correspondentes a várias moedas diferentes, como Euro, Dólares Americanos ou Bitcoins.

Atualmente, não oferecemos conversão entre moedas.

Como Taler protege minha privacidade?

Sua carteira armazena moedas digitais que são assinadas de forma oculta por um câmbio. O uso de uma assinatura oculta protege sua privacidade, assim como previne o câmbio de saber qual moeda foi assinada para qual cliente.

Quanto custa?

O protocolo Taler permite que qualquer câmbio defina sua própria estrutura de taxas, permitindo que operadores definam taxas para retirar, depositar, atualizar ou devolver moedas. Operadores também podem cobrar taxas para fechar reservas e para transferências bancárias (agregadas) para comerciantes. Comerciantes escolhem se desejam cobrir algumas das taxas que recaem sobre os clientes. Os custos de transação real estão estimados por volta de 0,001 centavo por transação (com taxas de transação altas, absorvidas de mais de bilhões de transações, excluindo custos de migração). Perceba que esta é uma estimativa inicial; os detalhes podem depender de solicitações de hospedagem e back-up do segurador e, portanto, chegar facilmente a 10 vezes mais caros.

Taler funciona com pagamentos internacionais?

A carteira Taler suporta várias moedas, mas o sistema atualmente não suporta a conversão entre moedas. No entanto, a princípio, uma entidade que aceite depósitos em uma moeda e permita retiradas em outra moeda pode ser criada. Ainda assim, os obstáculos de regulamentação neste caso tendem a ser especialmente complexos. O nosso foco é nos pagamentos diários, então não temos planos de suportar conversão entre moedas no futuro próximo.

Como é a relação entre Taler e a Diretiva (Europeia) de Dinheiro Eletrônico?

Acreditamos que a Diretiva Europeia de Dinheiro Eletrônico fornece parte da estrutura regulatória que um câmbio de Taler com moedas denominadas em Euros deveria seguir.

Qual banco garantiria a conversão entre as moedas Taler e o dinheiro do banco em contas bancárias quaisquer?

A troca seria operada por um banco ou em cooperação com um banco, e esse banco manteria os fundos em custódia. Perceba que esse banco poderia ser um banco qualquer ou um banco central de uma moeda eletrônica centralizada num banco. Independentemente, o banco estaria sob as respectivas regulamentações bancárias, demonstrando o motivo pelo qual consumidores teriam fé na conversão de modeas Taler para dinheiro de bancos comuns.

A quem os consumidores reclamariam em caso de não conversão ou não conformidade?

From a technical point of view, any exchange is audited by one or more independent auditors. Merchants and consumer wallets will report certain issues automatically to the auditors, but auditors may also provide a method for manual submission of issues. The auditors are expected to make their reports available to the respective regulatory authorities, or even the general public.

From a legal point of view, users can always turn to their national authority responsible for settling disputes concerning the management of exchange services. For exchange services conducting business in Germany, this would be the general authority in charge of disputes (Universalschlichtungsstelle des Bundes). In addition to this, the European Online Dispute Resolution (see ODR) as a platform provided by the European Commission can be called for the settlement of disputes concerning exchange services headquartered in member states of the European Union.

Já existem projetos usando Taler?

We are aware of several businesses running exploratory projects or having developed working prototypes. We are also in discussions with several regular banks as well as several central banks about the project. That said, there are currently no products in the market yet, and we believe this would be premature given the state of the project (see also our bugtracker for a list of open issues).

Taler funciona com pagamentos internacionais?

Today, our wallet implementation does not support recurring payments. Recurring payments, where some fixed amount is paid on a regular basis are in theory possible with Taler, but they come with a few caveats. Specifically, recurring payments can only work if the Taler wallet is running and online around the desired time. Furthermore, given their repetitive nature they are linkable, and could thus be used to deanonymize the user making the recurring payment, for example by forcing the user offline at the time of the payment and observing that it does then not happen on time. Finally, the Taler wallet does not work with credit and thus the user would have to make sure to carry a sufficient balance for the recurring payment to be made. Still, they can be useful, and a future version of the Taler wallet will likely support them. But this is not a feature that we are targeting for Taler 1.0. at this time.